alguns porquês.

dezembro 14, 2010

às vezes você me pergunta por que é que eu te amo. a verdade é que eu não sei responder isso tão bem. não é uma pergunta fácil, sabe? é extremamente difícil explicar sentimentos de uma forma racional, são de naturezas opostas. você pergunta os motivos do meu sentimento por você e eu não sei dizer se é por causa dos teus incisivos superiores e como eles deixam o teu sorriso tão lindo ou se é por causa dos teus olhos verdes me encarando enquanto eu te olho e acho linda. talvez seja apenas pela forma como a tua mão é pequena e como eu gosto de colocá-la na palma da minha mão só para então fechá-la sobre a tua. talvez um bom motivo para te amar seja a maneira como você acha que eu não gosto da tua comida, quando na verdade eu gosto dela de verdade e acho que se você praticar um pouco mais você se tornará uma cozinheira de mão cheia. eu te amo, talvez, por todos os abraços que você me dá e pelo jeito que você me aperta forte enquanto eu sinto o cheiro dos teus cabelos. talvez eu te ame de verdade por causa de como você fica extremamente linda e deliciosa usando os teus vestidos para ficar em casa e deitando ao meu lado para vermos na televisão algum filme ou seriado. talvez a razão de eu te amar seja porque você sempre reage da mesma forma com as brincadeiras que eu repito só porque eu sei que você reagirá sempre da mesma forma. eu te amo, possivelmente, por você parecer sempre tão paciente e compreensiva quando eu começo as minhas conversas mais absurdas e sem sentido, por você me ouvir todas as vezes que eu quero falar e por falar todas as vezes que eu quero ouvir. acho que te amo porque você tem as melhores opiniões formadas sobre os assuntos que mais gosto e, mesmo quando discordamos, conseguimos discutir de uma forma extremamente elaborada e crítica sobre os mais variados temas. é provável que eu te ame por você ter uma biblioteca de respeito, por você ter os quadrinhos que eu tenho vontade de ter e por você saber bastante sobre teoria dos quadrinhos, por você ter embasamento o suficiente para dizer quais são quadrinhos que devem ser lidos e quais são os roteiristas mais interessantes que já trabalharam na mídia (e mesmo você não conhecendo tantos roteiristas mainstreams atuais, você sempre está me ouvindo o suficiente para se interessar por uma ou outras coisas que foram ditas por mim). é bem fácil que eu te ame só porque você tem gostos muito semelhantes e, ao mesmo tempo, extremamente diferentes dos meus, por você gostar das coisas eletrônicas que eu não gosto e por você gostar dos clássicos do rock que eu gosto, por transitarmos entre o clássico, o blues, o jazz, o rock e as bandas novas que você me faz ouvir quando estamos juntos. eu acho que todas as vezes que você me perguntar por que é que eu te amo, eu deva responder que te amo porque você me faz sentir extremamente bem por ser eu mesmo com você e que ninguém mais no mundo consegue fazer com que eu me sinta assim, talvez eu diga também que é porque você tem o melhor sabor e que quando eu te vejo a vontade que sinto é te jogar na cama, no sofá ou até mesmo no chão, te despir e fazer as coisas que quiser com você. talvez eu te ame por todas as nossas diferenças, meu bem, porque você é uma garota nintendo e eu sou um cara sony, mas mesmo assim eu me apaixono por você todos os dias e ainda insentivo seus gostos te ajudando com os jogos retardados do wii – e você me ajudando a ficar viciado em jogos que antes eu menosprezava. acho que eu te amo por você ter uma voz linda e por me deixar extremamente excitado só de ouví-la falar. acho que te amo por você achar graça e rir das minhas piadas ruins. eu te amo porque você não tem problemas em comer comigo quando dá vontade e levanta e se arruma sem muitas frescuras e vamos comer um sanduíche no meio da madrugada só porque nós dois estamos com vontade e que se danem os possíveis futuros problemas coronarianos e os possíveis ateromas. dane-se tudo isso! eu te amo porque você me atura todas as vezes que eu reclamo da minha vida mesmo você sabendo que minha vida ainda é extremamente simples e sem problemas sérios – e talvez, apenas talvez, eu te ame por você me mostrar que meus problemas não são tão sérios assim e que tudo um dia vai piorar consideravelmente. eu sei que eu te amo porque você parece não esperar tantas coisas de mim, mas ainda assim eu sempre tento fazer alguma coisa legal por você, porque eu acho legal sempre ser capaz de surpreender de alguma forma, mesmo achando que faz muito tempo que não te surpreendo positivamente. eu te amo porque você gosta das pequenas coisas que faço e dedico a você, pelos versinhos que escrevo num papel e te entrego dizendo que foram inspirados por você e por versos de poetas de verdade que escrevo com minha caligrafia ruim e te entrego porque acho que você precisa lê-lo e não quero que você faça isso apenas através de um link de uma página de internet qualquer, quero que você saiba que estou usando essas palavras para expressar sentimentos meus que já foram melhor ditos com palavras dos outros. acho que te amo porque você se interessa por boa parte das coisas que eu falo e eu me interesso por grande parte do que que você diz. eu te amo porque você diz que gosta do que eu escrevo, mesmo às vezes achando que você só diz isso para me agradar. a verdade é que não acho que eu precise de motivos para te amar. não preciso racionalizar e fazer uma lista de coisas que justifiquem o meu sentimento por você. eu te amo porque te amo e isso só já basta. eu te amo porque sinto amor por você e é isso. não há nada mais a se fazer. por favor, não procure motivos para esse meu sentimento, eu te amo por te amar e, para mim, isso é mais que o suficiente.

Anúncios

3 Respostas to “alguns porquês.”

  1. isabelle Says:

    Eu me odeio muito por te ficado com raiva de você alguma vez na vida. :(

  2. livia Says:

    que amor mais bonito! belo texto, meu caro.

  3. livia Says:

    passei na esperança de um post novo…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: